sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Senti-te

Fechei os olhos e senti o teu perfume, esse odor que me inebria os sentidos, senti cada toque de tal forma que a minha pele se arrepiou e os pelos se eriçaram, senti a tua lingua doce, macia e o teu beijo intenso e quente.
Senti o teu corpo quente, quando em chamas toca o meu.
Senti a tua fome de mim. A tua sede de me tocar.
Senti o ar fresco no rosto, despertei deste transe, mas foi tão bom este sentir, este viver de tudo o que vivi.
Senti-te meu amor.
E a cada, hora, minuto, segundo que passa és mais meu.
Intensamente meu!