sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Fome de Ti


Há uma fome maior
Que é a fome de ti
Uma fome que me torna predador,
A ti presa.
Espero-te nos caminhos
Prendo-te nos braços
E no teu corpo
Sacio a fome do toque e do corpo
Mato a sede de suor e de prazer.
E saciado
Posso então amar-te.
Como se fosse anjo
Sem a fome de sexo
Mas com o cheiro a pecado
Que fica no corpo
Pleno de ti


Autor Desconhecido