quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Recordação de Ti

Lembrei desse sorriso, malandro, misterioso, doce, sedutor.
Lembrei de quando me olhaste com esse olhar devorador e o meu corpo tremeu.
Lembrei a vontade de te tocar, de te sentir, saber se tremias por dentro como eu.
Mas lembrei sobretudo de quando me olhavas e baixinho sedutor, dizias:
Vais ser minha!
Essas palavras, essa certeza, causaram um arrepio,como se milhares de formigas percorressem o meu corpo e dentro do meu estômago existissem todas as borboletas do universo em voo simultâneo.
Hoje meu amor passados meses, anos, ainda as sinto...
E, quando de cada vez que me olhas, esse sorriso velhaco e esse ar de miúdo traquina soletra as palavras;
Vais…. Ser…. Minha….
E isso meu amor….
È um turbilhão de emoções estupendas!