domingo, 8 de março de 2009

Vem...

Dou por mim a pensar nos teus gemidos de prazer enquanto me penetras por trás. Esse pensamento passa pelo meu corpo como um choque eléctrico, começo a suar frio, e os meus pelos eriçam-se, aquele calor instala-se nas minhas coxas, e percorre-me as entranhas. Sinto-me como a lava de um vulcão.
Mas é quando, na minha mente se instala o som do teu uivo e o tremor do teu corpo no instante em que a subida vertiginosa do teu prazer pulsa do teu sexo, que não aguento e tremo incontrolável, de dentro de mim escorre a lava que me encharca o corpo.
Ouvir o teu grito de prazer no meu corpo, este corpo que eu não gosto, mas em que te delicias e nos fazes voar.
Reviver esse prazer tão nosso, tão louco, faz-me querer-te, agora.
Tocar-te!
Sentir-te!
Quero-te! Esta vontade louca de te ter em mim.
Este ardor que me consome as entranhas.
Vem...Estou a arder de vontade de ti!!!