terça-feira, 18 de agosto de 2009

Espero-te...

Tens o encanto de um amor e a ânsia de uma paixão e por instantes sinto o nosso desejo a aumentar, nessa combinação que pode ser perfeita e ao mesmo tempo avassaladora, por ti a mente começa a girar e o corpo quer ceder ao tremor que se aproxima. Carregado de carinho, e ao mesmo tempo de um apetite arrebatador, teus labios soletram palavras desejosas de mim.
Desde sempre que te quero, que te sinto, ainda antes de o saber, ainda antes de que os meus lábios fossem capazes de pronunciar tais palavras. DESEJO-TE....
Com muito carinho, com muito tesão.
Sempre...
E nessa dedicação inebriante, nesse desejo que vem não sei de onde. Fico zonza... a mente rodopia no silencio do teu olhar, e é essa tua fome de mim, que me deixa os pelos eriçados, a pele arrepiada, e uma vontade louca de experimentar -te, de sentir-te e sugar da tua boca cada soluço do prazer que se aproxima. Sim...
Experimenta-me!
Experimento-te...
Deixa cair as barreiras e deixa-me levar-te a percorrer caminhos nunca antes descobertos, desejos nunca antes vividos, mesmo que por vezes ausente, estou sempre contigo no pensamento e nessa experiência, onde a entrega é total, e o querer é um sentir profundo de te ter em mim.
Permite-me ter-te...
Permite-me fazer-te minha!
Serei teu, por inteiro, num momento só nosso.
Num momento, desde sempre aspirado, que farão nossos dias terem outra cor e que perdurará para toda a eternidade, sempre vai aflorar aos nossos lábios a cor de um sorriso e a vontade de repetir num desejo de viver mais, de ultrapassar todos os limites, de viver tudo o que nos permitirmos, deixar os pensamentos soltos, livres, pecadores...
Diz-me o que desejas, soletra-me as tuas mais loucas fantasias, farei de tudo para te realizar... e como num sonho, farei com que voes nos meus braços, e já sem folego, vejo em ti o reflexo do meu prazer.
E sei que cada segundo que estiver contigo vai valer a pena cada dia que passei sem te ter.
O meu encanto te inebria e quero que me percorras nas pontas dos teus dedos e de olhos fechados, descreves-me, e só assim me vejo atravez dos teus olhos, sinto-me com o teu sentir, e em cada toque um gemido, um sopro.... e guio-te para dentro de mim.
Quero-te...
Só isso importa...
E espero-te... até seres minha.